Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
1
2
3
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
28
29
30
31
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Terras do Priolo > O território
imprimir

O território



As Terras do Priolo, concelhos do Nordeste e Povoação na ilha de São Miguel nos Açores, constituem uma área de 101 Km2 e 110,3 km2, respetivamente, totalizando uma área de 211,3 Km2, com quase a metade deste território inserido no Parque Natural de Ilha de São Miguel (ao qual pertence também a ZPE Pico da Vara/ Ribeira do Guilherme).

É, portanto, o único local do mundo onde o Priolo pode ser observado, tendo-se convertido em um autêntico símbolo do território. Além disso, é neste território que é possível visitar as ações de conservação desenvolvidas desde 2003 para a conservação desta ave e o seu habitat, sendo um autêntico laboratório vivo de restauro de ecossistemas.

A história e culturas locais deste território é contada através do seu património natural e cultural, bastante diversificado por todas as freguesias e nas suas áreas protegidas. As Terras do Priolo, para além de ser um dos locais em que a natureza se encontra melhor preservada da ilha de São Miguel, mantêm as tradições açorianas vivas no seio da população, o que permite aos visitantes uma experiência autêntica do modo de vida destas terras.

Carta Europeia de Turismo Sustentável em Áreas Protegidas

 A promoção de um turismo sustentável tem sido uma clara preocupação de todas as entidades que trabalham nas Terras do Priolo. Por este motivo, em 2011, a Direção Regional do Ambiente liderou a candidatura do território à Carta Europeia de Turismo Sustentável em Áreas Protegidas (CETS), desenvolvendo um ambicioso processo participativo para a planificação do turismo e a conservação e visitação das áreas protegidas.

O galardão foi concedido em 2012 com um plano de ação até 2016. Em 2016 o território renovou o galardão com um novo plano de ação até 2021.

BIBLIOGRAFIA:
  • Avaliação da implementação do Plano de Ação CETS (2012-2016) (link)
  • Estratégia CETS (2017-2021) 
  • Plano de Ação CETS (2017-2021)
Artigos científicos:
  • Cruz, A., Melo, R., Mourato, C., Ferreira, R., Teodósio, J., Botelho, R., ... & Costa, L. T., 2014. Participative management of tourism in protected areas: Case-study from Lands of Priolo, São Miguel, Azores. Revista de Gestão Costeira Integrada


voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com